24 August 2009

Aniversário

Fotos: Juan Carlos Meza

Se perguntarem
digam que sim,
fumei meus dias.


JORFerlauto
11/07/1951 – 24/08/2007


O canceriano morreu de câncer. Cresceu e viveu Dedé, mas nos últimos anos adotou o nome de batismo: José Otávio. Assim morreu. José Otávio, poeta, jornalista, cronista. Meu pai.

Fumou todos os dias, dos 16 aos 56 anos. Não bebia. O matou um câncer no fígado - os pulmões intactos. Nos últimos dias o cigarro requeria muito esforço para manter na boca. Alguns eu mesma segurei para que ele pudesse fumar.

Os filhos todos vieram para perto. Um luxo, disse ele, com um sorriso fraquinho. Meu irmão e eu nos atiramos da Inglaterra para o Brasil para estar lá. Por ele e por nós mesmos. Somos quatro - ex-fumantes, não fumante e fumante. Todos fumávamos naqueles dias de companhia e vigília. Em homenagem. E desespero.

5 comments:

Anonymous said...

Ananda querida que saudades de teu pai ,ao ve lo ai tao contente e feliz nas fotos! Que bom vieste ao Brasil e pudeste acompanha lo nesses momentos de tanta tristeza e desespero como deve ter sido ! Poemas ficarame fotos tambem Que bom para ti!!!!bjos marta

Luz said...

aprendi com ele a fazer caretas em fotografias.

antes achava foto um pé no saco, ficar sorrindo amarelo e em pose, aff...

clovis said...

Ananda,

para o teu pai, o tabaco era como o cachimbo da paz para os índios da América do Norte. Não podia, mesmo, fazer mal aos pulmões.
Beijos
Clovis

ps - passei o 24 de agosto no Campeche. Não pude deixar de escrever um texto sobre o JO. Está em
http:clovisheberle.blogspot.com

Luís said...

oi, ananda.

o teu pai era amigo de infancia (ou adolescencia) do meu, sabia? acho que cheguei a te comentar isso um dia.

lindo texto.

beijos,
raul.

Anonymous said...

Te deixo aqui um abraco gigante e apertado.
Flo!