07 April 2009

Ame-o ou deixe-o


Hoje em dia se pode amar o Brasil e ainda assim deixá-lo. Ivan Lessa saiu e nunca mais voltou. Mora em Londres. Explica que quando sai de férias prefere ir à algum lugar onde nunca esteve antes. Há quem more na Inglaterra e assine tv a cabo com direito a Globo, Record, novelas e Ana Maria Braga. É perfeitamente possível não aprender a falar inglês. Comer feijoada, goiabada, pão de queijo e se juntar pra batucar nos domingos. Além de, claro, falar mal da Inglaterra e dos ingleses.

Eu cheguei aqui há dez anos, aprendi a língua, casei com um Norueguês e fiz uma inglesinha - ainda que não nesta ordem e que ela tenha três nacionalidades e nenhuma delas seja a britânica. Mas essa é outra história. Nunca li a Folha Online, até pouco tempo não sabia quem eram Los Hermanos e só ouvi Seu Jorge umas duas vezes. Explico que prefiro manter minha cabeça onde está meu corpo.

Me acostumei – e adaptei – a extrema educação do ingleses, a falta de contato físico, ao discurso e a prática do politicamente correto. Tomo chá com leite, reclamo do tempo e dos trens quando atrasam mais de dois minutos. Inglezisses. Mas reclamo da falta de gosto das frutas, da total falta de espontaneidade e da consideração superficial dos ingleses. Sim, também falo mal da Inglaterra e dos ingleses, mas para um público seleto. Assim como escolho a dedo pra quem reclamar de qualquer coisa brasileira, seja a corrupção instituida, a violência que assombra ou o conformismo que abate. Até agora.

Agora quero voltar pra casa, mas minha casa não é mais como lembro dela. Sai do Brasil sem filha, sem casa e o marido era outro. Estou no limbo. Limbo não passa de um teologúmeno, escreve João Moreira Salles – na Piauí de novembro de 2006, a que tem o Che vestindo uma camiseta com a cara do Bart Simpson na capa. O argumento é ótimo; a matéria é rica em história do cristianismo e tem humor nos lugares certos. Aqui recomendo (com certo atraso!). Mas limbo já se incorporou ao meu vocabulário como definição de um lugar sem definição e eu não consigo encontrar descrição melhor para o meu dia-a-dia neste país. Esses dias não estou lá nem aqui.


7 comments:

saitica said...

Tudo é Pasárgadas.
DaniEu

Anonymous said...

amiga querida,
aqui na frança, eles tem um expressao para dizer o que vc està sentindo: "mal du pays" , e qdo vc tem "mal" em frances, vc sente dor, é o mais proximo que eles conseguem chegar da palavra saudade, que diga-se de passagem nao tem traduçao.
nao é fàcil enfrentar os demonios, eles nos assombram, pior aqueles que estao esquecidos num outro canto do mundo presos num armario escuro faz tempo, ir e voltar... vc carrega os novos e encontra os velhos, estou voltando daqui 3 semanas, com (outro) marido frances, que vai ter "mal du pays" como eu, o meu petit mattéo, dupla-nacionalidade, que um dia vai escolher onde ele quer chamar de meu paìs e eu que nao vejo a hora de embarcar no aviao e sentir o cheiro da praia de barra de una, um maracujà e o barulho do carvao estando ali do lado, e aquela preguiça gostosa ...
des gros bisous
simone

Anonymous said...

Parabéns Ananda, sempre te falei que achava que escvevias muito bem!!,..ou pensei e esqueci de falar?!,..agora nao sei. (...)O que importa: Adorei!! Escreve mais!
Beijo, suadade.
Ai, deu uma nostalgia..da vida, de tudo..
Flô

Girl From Sao Paulo said...

Olá Ananda querida,
Como estás? E a family?
Gostei muito do seu blog, já joguei lá nos meus favorites.
Muito engraçado nos duas por motivos bem semelhantes termos um blog onde falamos sobre viver em lugares que não são "home". No meu ultimamente andei falando sobre me sentir gaucha tambem, com os livros do Verissimo. A la fresca!
Saudade tua.

UM BLOG SEM COMENTÁRIOS É UM BLOG MORTO said...

Falta de contato físico? Ora pois, aqui existe em excesso, estupros, mortes, falta de consideração e muito analfabetismo, quer mais ou está bom?
Falta de consideração dos ingleses? Como assim!!! Ananda!!!! Falta de consideração tem os brasileiros ao furarem a fila!!!!
Falta de consideração tem os brasileiros ao jogarem lixo no chão!!!
Falta de consideração?!!!
Os politicos em Brasilia é que tem!!!!

UM BLOG SEM COMENTÁRIOS É UM BLOG MORTO said...

Os ingleses com falta de consideração!!!!????
Ora veja só!!! Que é isso Ananda?!
Falta de consideração tem os brasileiros ao furarem um fila, ao dirigirem bebados e matarem uma criança caminhando na calçada e o assassino sair impune. Falta de consideração tem os políticos em Brasilia e todos os brasileiros que deveriam ter a obrigação de sair as ruas e gritar `acabou`!!!!
Falta de consideração tem os péssimos professores e médicos deste continente inteiro...

Bruna said...

Oi querida!
Finalmente envio-lhe um comentario. Bem legal o blog, tenho seguido sempre que posso...pois mesmo estando aqui mais pertinho de ti quero sempre sempre saber como andas...e em que parte do nem la nem aqui. Como ce ja sabe,tambem sofro desse mau...sera mesmo mau? ou somente o reflexo de conhecer tao bem duas realidades tao distintas e dar-se conta de que na verdade eh/somos tudo/todos a mesma coisa...ai ai ai. Pois sim, to com saudades do Brasil, mas ainda penso em comprar passagem valida por um ano. E isso mesmo, nem la...nem aqui.
Oh, by the way...o ceu baixou à terra ai por Hove tb? aqui no vale ta tudo fogueado (mistura de fog com nublado)...good day, love and laughter. xxx